catedra

UFG discute implantação da Cátedra Sérgio Vieira de Mello

Cátedra tem entre seus principais objetivos promover a educação, pesquisa e extensão acadêmica voltada à população em condição de refúgio

Texto: Ana Paula Vieira

Em reunião on-line nesta terça-feira (8/9), um grupo de professores de diversas unidades da UFG apresentou à vice-reitora Sandramara Matias a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), com o objetivo de discutir a implantação desse projeto na Universidade. Para falar sobre a Cátedra, participou o representante do escritório de São Paulo da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), William Laureano.

A CSVM tem entre seus principais objetivos promover a educação, pesquisa e extensão voltadas à população em condição de refúgio. Laureano reforçou a importância da parceria com as Universidades: “As Universidades conseguem, ao mesmo tempo, produzir conhecimento e levar o tema a pessoas que não tem as informações, trazendo mais facilidade e melhora na forma como os refugiados são atendidos e como são vistos nas comunidades de destino”.

A vice-reitora da UFG, Sandramara Matias, apoiou a iniciativa e destacou: “As Universidades realmente têm um papel importante e contribuições a dar nesse sentido. Penso que devemos ampliar a discussão sobre a implantação da Cátedra na Universidade, visto que diversas pessoas na UFG já desenvolvem trabalhos com esse público”. Sandramara sugeriu a realização de nova reunião com a participação de Pró-Reitorias e outros setores, para tratar sobre a operacionalização do processo.

Também participaram os professores da Faculdade de Ciências Sociais Andrea Vettorassi, Laís Thomaz e João Roriz; a professora da Regional Goiás Suzete Almeida de Bessa; e o professor da Faculdade de Letras Giuliano Castro. Eles ressaltaram as ações já existentes, ligadas a projetos de ensino, pesquisa e extensão em diferentes unidades da UFG, e como a CSVM poderia congregar e valorizar essas iniciativas. “A ideia é avançar e essa reunião é fundamental para darmos início à concretização. Seria um importante legado dessa Gestão trazer a Cátedra para a UFG”, analisou Laís Thomaz.

Fonte: Reitoria Digital/UFG

Categorias: notícias